Leitura saborosa

A 13a. Bienal Internacional do Livro acaba hoje no Rio de Janeiro. Com um público recorde que ontem beirou as 90 mil pessoas, o evento reuniu 950 expositores e mais de de 300 autores, sendo 23 deles estrangeiros.

A programação desse ano contou com  um menu completo para quem gosta de saborear as letras. O setor culinário registrou nos últimos cinco anos um aumento de 20% nas vendas voltadas para um público cada vez mais abrangente.

Entre os títulos de maior sucesso da literatura gastronômica tradicional você pode encontrar as receitas de Dona Benta – editado desde a década de 40,  já vendeu mais de 1 milhão de exemplares – e o Grande Livro da Cozinha Maravilhosa de Ofélia com 1200 receitas, rendendo 13 edições de sucesso.

Dentro da “ala mais jovem” a pedida é “Prato do Dia 1 e 2” da escritora Tiça Magalhães. A simpática e risonha chef ontem oferecia copinhos de sopa para os visitantes que passassem pelo seu stand na Bienal.

Ela arremata: “- Dizem que cozinhar é uma arte. Mas acho que é uma arte que todos tem dentro de si. É só descobrir praticando as minhas receitas, que são fáceis de fazer. Com um toque de carinho, um dedo de amor e uma pitada de ervas para perfumar, acompanhados de um bom caldo feito em casa.”

Anúncios