Ateliê

 O Ateliê Culinário virou sinônimo de comida boa em cinema. Conheço bem o do Odeon, um cinema tradicional aqui no centro do Rio, conheço razoavelmente bem o do Estação Unibanco, em Botafogo e mal posso esperar para saber como é o do Estação Vivo, lá no shopping da Gávea. Esse é novinho,  estreou tem menos de um mês.

Imagino que o cardápio conserve o que eu já coloquei na minha lista de primeiras necessidades: as panquequinhas com mel e morango e os sanduíches – o zuka e o fellini.

Não esqueço de um almoço no segundo andar do Ateliê do Odeon. Foi a primeira vez que pedi um prato no lugar das comidinhas habituais. O picadinho com chutney de manga era  arriscado mas logo se mostrou uma decisão acertada. A manga, docinha no ponto, fez um par elegante com a carne ensopada. Depois desse dia, descobri que sou dependente de chutney de manga.

E agora, Vera Saboya, a responsável por tudo isso lançou um livro com histórias de viagens e receitas do Ateliê. Vale a pena embarcar nos lugares por onde ela passou e que devem ter sido um pouco culpados por todas aquelas delícias que a gente aproveita hoje. O livro traz dicas de restaurantes, bares, mercados e feiras no Rio, São Paulo, Tiradentes e Paris.

Ficou com água na boca? O site do Ateliê Culinário tem mais coisas sobre o livro e até links de onde comprar:

atelie-2.jpg

Anúncios