Por trás dos panos

Eu disse que jamais iria trair a Confraria dos Deschavados. Prometi que não revelaria, nem sob ferro quente, onde estão os lugares secretos para se comer a dois.

Afinal, quem precisa desses lugares, sabe onde encontrá-los!

Mas não pude deixar de atender ao pedido da “Lu”. É assim, singelamente, que ela assina um pedido de ajuda que chegou aqui no blog.

“…num post de outubro 2007 você falou da vontade de postar dicas de locais para curtir a dois com discrição, mas que, no fundo, era má idéia…
bem, será que em off, você me ajudaria, dando uma boa dica de um lugar discreto ou com cortinas para manter alguma privacidade e anonimato?”

Pois bem, vá lá. A coluna “G&F têm as respostas para as suas perguntas” acaba de ser inaugurada. E, pelo bem da nossa “Lu apaixonada”, e de mais um monte de gente que deve querer um pouco de privacidade na hora de sentar à boa mesa com a pessoa querida, aqui vai uma lista boa.

Um detalhe: Lu é do Rio e a lista é mais do que carioca. Aceitamos sugestões de quem queira mandar endereços de outros estados. Afinal, deve ter muita gente por aí precisando de um lugar à meia-luz…

Quer juntar estilo e privacidade? Então não tem erro. O Fasano Al Mare foi todo preparado pelo estrelado arquiteto francês Phillipe Starck. São cortinas de linho branco que isolam duas mesas – uma para até quatro pessoas e outra que comportam doze – O empresário Rogério Fasano deu um toque especial no lugar reservado aos pombinhos: escolheu pessoalmente um lustre de cristal belga dos anos 30 pra criar a atmosfera.

O namoródromo do Johnnie Pepper também está aberto pra quem não quer ser visto. Lá existe apenas uma mesa pra duas pessoas no meio dos 500 lugares da casa.

No Giuseppe Grill, o salão do subsolo tem uma área que deixa até 40 pessoas separadas do resto da casa. É lugar pra juntar os amigos e anunciar boas novas longe dos olhares e dos ouvidos dos curiosos.

Falando isso, quem descobriu um desses oásis foi a atriz Débora Secco. Ela, e o então namorado Falcão/Rappa, não saíam detrás das cortinas do gazebo do Aprazível, em Santa Teresa. A palafita que esconde uma mesa é toda envolta em um tecido indiano e armações de bambu. “Já tive problemas com um casal se pegando pra valer naquele espacinho. Mas vem muita gente procurando um lugar romântico”, diz o chef Villard.

Todos esses lugares são propícios para momentos que as pessoas não queiram compartilhar. Pedidos de casamento, a notícia da gravidez, casais extra-conjugais e até pés-na-bunda são pedida fácil nesses pequenos recintos.

O bom mesmo é desfrutar de um bom jantar sem ter que ficar ohando por cima dos ombros ou de olho no reflexos dos espelhos. Pronto, a traição da Confraria dos Deschavados está feita.

Só uma pequena coisa pra me redimir. A Lu vai receber, em off e por email, a minha lista particular de locais pra ver-sem-ser-visto

E, de antemão, já combino com ela: “- Se nos esbarrarmos, nada de comentários no dia seguinte, ok?”  😉

Servição: 

Antiquarius Grill – Barrashopping – nível Lagoa, loja 160 – Barra – tel:2431-9931

Fasano Al Mare – Av. Vieira Souto, 80 – Ipanema – tel: 3202-4000

Johnnie Pepper – Via Parque, segundo piso – Barra – 2421-9786

Pistache – Centro Empresarial Botafogo – Rua Marqueês de Olinda, 11 – Botafogo – tel: 2551-4139 e 2551-1278

Guseppe Grill – Av. Bartolomeu Mitre, 370 – Leblon – tel:2249-3055

Blason – Casa Julieta Serpa – Praia do Flamengo, 340 – tel: 2551-1278

fonte: Revista RioShow – jornal O Globo, 7 set.2007

Anúncios